alpha dog

He was the guy who came up with the original method that Google eventually used to create their PageRank algorithm. His newest algorithm ranks people and their place in society by how they affect others through language. For example, if, in any given group there’s one guy who influences the others more strongly than anyone else, he tends to be the leader. This can be measured quantitatively. The schematic of how this works looks just like the schematic of how web pages are ranked. Whoever is linked and has more power over all of these trusted sites is who ends up at the top of the Google rankings. Same for people.

Christopher Steiner, autor do livro Automate This: How Algorithms Came to Rule Our World, explica à Fast Company a nova empreitada de Jon Kleinberg, professor de ciência da computação que desenvolveu um algoritmo para identificar os influenciadores em determinados grupos.

Orbital + techno + Stephen Hawking + punk

Ótima essa sequência da abertura dos Jogos Paraolímpicos de Londres. Começa com a parceria Stephen Hawking/Orbital. O duo eletrônico tocou Where Is It Going?, faixa de seu disco mais recente, Wonky. Em seguida, uma festa ao som da faixa punk Spasticus Autisticus, de Ian Dury And The Blockheads. E ainda tem Ian McKellen (O Senhor dos Anéis, X-Men) pedindo igualdade.

Muito Foda. Acredito que nunca uma olímpiada trouxe tantas referências nerds. Tudo junto, como na teoria-M, proposta do físico inglês que unifica várias questões da humanidade e do universo. No livro O Grande Projeto, ele afirma:

“Cada universo tem muitas histórias possíveis e muitos estados possíveis em instantes posteriores, isto é, em instantes como o presente, muito tempo após sua criação. […] Só pouquíssimos deles permitiriam a existência de criaturas como nós. Assim, nossa presença seleciona desse vasto conjunto somente aqueles universos que sejam compatíveis com nossa existência”

Cozinhando por mímica

O Instituto de Tecnologia de Tóquio está desenvolvendo um simulador que emula a sensação de cozinhar. A espátula e os ingredientes surgem virtuais, numa tela acima da fogão. O objetivo da criação é auxiliar no preparo da refeição, fornecendo dados que ajudam o chef. O aparelho calcula, por exemplo, a transferência de calor repassada para a panela.